Publicidade 1
Publicidade 1

Mato-grossenses embarcam para brasileiros de atletismo

Clube de MT foi campeão do brasileiro interclubes de 2015
Duas delegações de atletas mato-grossenses embarcam para dois Campeonatos Brasileiros Caixa de Atletismo, nas categorias sub-18 interseleções, que ocorre em 15 e 16 de outubro, e para o sub-16 interclubes, de 21 a 23 de outubro, ambos na Arena Caixa, na cidade de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo (SP). Os campeões de cada prova do sub-18 garantem vaga para o Sul-americano, onde integrarão a seleção brasileira. E no sub-16 os resultados valem pontos para o ranking nacional.

Uma das esperanças de medalha do interclubes será Lissandra Maysa Campos, uma cuiabana de 14 anos, residente em Nossa Senhora do Livramento, nas provas de salto triplo, salto em distância e revezamento 4x75 metros. Será a segunda experiência dela em brasileiro sub-16 interclubes, mas tem na bagagem três medalhas de ouro na etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude, nas provas de corrida de 75m rasos, salto em distância e revezamento 4x75m.

“No ano passado não levei medalha no interclubes, mas neste ano espero conseguir. Comecei a praticar corrida aos cinco anos como uma brincadeira. E isso ficou mais sério aos 11 anos quando passei a viajar para competir. O campeonato mais difícil foi esse mesmo interclubes do ano passado. Não fiquei bem classificada. Agora estou com mais foco e trarei bons resultados. Acho a prova de salto triplo a mais difícil, pois precisa ter muita concentração e técnica”, diz Lissandra.

Para Maria Aparecida de Souza Lima, carinhosamente ‘Cida’, técnica de alguns dos atletas do sub-16 do Instituto Vicente Lenilson (IVL), que já foi recordista brasileira no salto em distância e também recordista brasileira e sul-americana no salto triplo, Mato Grosso é um dos lugares que mais possui joias raras que precisam ser lapidadas. Segundo ela, Mato Grosso sempre briga por pódio com estados como São Paulo, que é uma potência do atletismo do país.

“Nosso principal objetivo no instituto ainda não é formar atletas de alto rendimento, mas tirar as crianças da ociosidade. E mesmo dando um trabalho mais lúdico, nós temos colhido bons frutos. Ano passado foi uma experiência para eles e, neste ano, com o grupo menos nervoso, temos a esperança de trazer medalhas no salto em distância, no salto triplo, no 300m com barreiras e no revezamento 4x75m. E meu sonho é tornar um deles campeão olímpico”, diz Cida.

De acordo com o presidente da Federação de Atletismo de Mato Grosso (FAMT), Francisco Antônio da Silva, no ano passado, o brasileiro sub-18 contou com a participação de 748 atletas de 106 clubes de todo país. E o sub-16 teve 825 de 119 clubes. Segundo ele, MT levará para este ano 21 atletas para o sub-18 interseleções e 30 para o sub-16 interclubes. São as duas últimas competições do calendário oficial 2016 da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt).

“Nós temos muitos talentos em vários clubes de Mato Grosso, como Lissandra Maysa no salto em distância, Eric Vitor, o ‘Boltinho’ dos 100 metros com barreiras, Ariele Rodrigues no salto em altura, Geisiane Souza no pentatlo, Lucas Pinho nos 1.000 metros e muitos outros. E quando MT tiver uma pista sintética nossos resultados serão ainda melhores. Ano passado, por exemplo, um dos clubes de MT foi o campeão brasileiro do interclubes, o ASA Sorriso”, conta Francisco.


Texto e fotos: Junior Martins
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!