Publicidade 1
Publicidade 1

Fazendas Sant’Anna arrecadam R$ 2,1 milhões

Resultado de imagem para Fazendas Sant’Anna arrecadam R$ 2,1 milhõesEm setembro, Bento, Carmo e Jovelino Mineiro promoveram o 27º Leilão Fazendas Sant’Anna com a oferta de 175 touros Nelore. O evento reuniu mais de 500 pessoas, entre pecuaristas, criadores, empresários e lideranças do setor. Com uma seleção focada em precocidade e ganho de peso a pasto, foram movimentados R$ 2,1 milhões (média de R$ 12 mil por animal).
Segundo o leiloeiro Adriano Barbosa, foi um dos melhores leilões de reprodutores do ano até o momento, com lances no recinto e vendas realizadas para os Estados do Paraná, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Minas Gerais, Goiás, Tocantins e Pará. Grande parte dos investidores é do interior paulista. “Mais uma vez o mercado reconheceu nosso empenho em oferecer animais realmente melhoradores, com aprumos corrigidos e prontos para o serviço a campo. Desde o início de nosso trabalho, buscamos entregar touros que estejam prontos para agregar produtividade nas fazendas de nossos clientes. O resultado é um indício de que estamos no caminho certo. ”, explica Bento Mineiro.
A maior cotação foi o animal CJ Sant’Anna 8325, negociado por R$ 40.800,00 ao pecuarista Álvaro Domingues Manzoni, da Fazenda Juvencina, na cidade de Lins (SP). Além de estarem prontos para o serviço, alguns exemplares alcançam classificação de destaque nas aferições zootécnicas instituídas pela Fazenda Sant’Anna, sendo muitos destinados ao repasse em plantéis de PO (Puro de Origem) e POI (Puro de Origem Internacional). “Jovelino Mineiro pode ser considerado um geneticista, pois todos os anos faz questão de administrar pessoalmente os acasalamentos e o resultado são touros com as melhores avaliações genéticas possíveis”, compara Gilberto Augusto, da Guto Assessoria.
Com o slogan “Genética, o Insumo Multiplicador da Pecuária”, as Fazendas Sant’Anna atentaram sobre o impacto do melhoramento genético na rentabilidade do pecuarista, entendimento referendado por uma pesquisa do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (CEPEA) em parceria com Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ). “Quando um animal recebe o registro definitivo, significa que ele passou por duas criteriosas avaliações de sua morfologia. É uma garantia de um animal sem defeito, que se enquadra no padrão da raça, e ainda com a possibilidade de ser avaliado geneticamente. O estudo do CEPEA concluiu que o retorno gerado por um touro melhorador é de quatro a cinco vezes o valor do seu investimento”, explica João Eduardo Assunção, técnico da ABCZ. Além do registro, todos os lotes disponibilizados no leilão foram avaliados no PMGZ – Programa de Melhoramento Genético das Raças Zebuínas.
Sendo cliente frequente do criatório, a Fazenda Turmalina novamente esteve entre os maiores investidores do 27º Leilão Fazendas Sant’Anna. O administrador da propriedade, Nilberto Alves, reconhece o papel desempenhado pela genética na produtividade do rebanho. “O índice de prenhez aumenta a cada ano. Temos tudo para atingir 302 quilos de peso à desmama”, comenta.
Em 2016, além de seu tradicional leilão, as Fazendas Sant’Anna promoverão outros quatro eventos com uma genética diferenciada para produção de carne de qualidade nos trópicos. Mais informações pelo telefone (18) 3265-1329.
Pec Press® - Imprensa Agropecuária
Adilson Rodrigues –
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!