Publicidade 1
Publicidade 1

Com gols nos últimos dois jogos do Atlético Paranaense, Pablo admite momento especial e crê em reencontro diferente com a Chapecoense pela Copa do Brasil

O momento de Pablo com a camisa do Atlético Paranaense é especial. Ele deixou sua marca nas últimas duas partidas do Furacão diante de Cruzeiro e Vitória. O tento de ontem (domingo) contra os baianos foi significativo, pois foi o centésimo marcado pelo rubro-negro paranaense na nova Arena da Baixada.

Bastante identificado com o Atlético Paranaense, Pablo enaltece a grande fase e sonha com novas conquistas no clube em que foi revelado. “Vivo um momento muito bom. No entanto, quero muito mais. Quero fazer mais gols e continuar ajudando no crescimento da equipe. Nosso pensamento é grande”, declarou o camisa 92 atleticano.

Por confiar tanto na força do Atlético Paranaense, Pablo lamentou o empate em 1×1 diante do Vitória, principalmente porque o jogo foi na casa do Furacão. De acordo com ele, com o apoio da torcida rubro-negra, a equipe comandada por Paulo Autuori não pode perder pontos como mandante. “Todo mundo sabe da nossa força jogando em casa. Nossa torcida empurra o time e isso faz a diferença. Não podemos ter a queda que tivemos no segundo tempo contra o Vitória, pois temos que nos manter no G-4 da Série A. 

Precisamos estar ligados e confiar em todos os lances, como foi no meu gol que parecia algo despretensioso e eu estava atento para marcar um gol que foi especial não apenas por ser o centésimo da nova Arena, mas também porque foi bonito, certamente entrou na lista dos mais especiais da minha carreira”, admitiu o jogador, que defendeu também as camisas do Figueirense, Real Madrid e Cerezo Osaka.

Na próxima quinta-feira, às 21h, o Atlético Paranaense vai para a sua segunda partida da série de três consecutivas que terá na Arena da Baixada. Porém, o duelo agora será válido pela Copa do Brasil. O adversário será a Chapecoense, que recentemente ficou no 0x0 com o Furacão pela Série A. 

Na opinião de Pablo, o reencontro das equipes será totalmente diferente. Não apenas por ser outra competição, mas também pelo confronto ser na casa rubro-negra. “Respeitamos bastante a Chapecoense, mas agora será outro jogo. Naquela partida o campo não estava em boas condições e agora, jogando em casa, podemos impor nosso estilo de jogo. 

O segredo na Copa do Brasil é ter tranquilidade. Saber que são 180 minutos, mas se der de matar no primeiro jogo fazendo uma boa diferença e principalmente não sofrendo gols é importante. Conseguindo esses detalhes, temos tudo para avançar na competição”, concluiu.

Foto: Gustavo Oliveira/Atlético Paranaense

Arthur Virgílio,
Assessor de Imprensa
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!