Publicidade 1
Publicidade 1

Silval será escoltado até cidade do Nortão para depor em processo que investiga chacina

O ex-governador Silval Barbosa (PMDB), preso há 6 meses, sairá do Centro de Custódia de Cuiabá (CCC) no próximo dia 18 de abril para depor no caso que ficou conhecido mundialmente por a "Chacina de Matupá". 

Ele é uma das testemunhas defesa do réu no processo da chacina, Mario Nicolau Schorr, condenado em julgamento realizado em 1990 e anulado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso. Silval morava na época em Matupá onde era empresário e já foi intimado para depor no processo. 

Em outras ocasiões, nunca foi ouvido. Agora não tem escapatória. Chegará ao município, onde iniciou a carreira política se elegendo prefeito, sob forte escolta e algemado. A Chacina de Matupá ocorreu em 23 de novembro de 1990. 

Na época, Osvaldo José Bachinan e os irmãos Ivacir Garcia dos Santos e Arci Garcia dos Santos mantiveram reféns duas mulheres por cerca de 15 horas. 

Os suspeitos chegaram a se entregar aos policiais militares da cidade, mas acabaram espancados, queimados vivos e assassinados por 18 pessoas. Um cinegrafista amador gravou as imagens. 
Por Gazeta Digital
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!