Publicidade 1
Publicidade 1

Senador aliado de Dilma defende admissibilidade do processo de impeachment

Por Só Notícias (foto: Agência Senado/Pedro França)
O senador mato-grossense Wellington Fagundes (PR) se manifestou pela admissibilidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). No entanto, ressaltou que ainda não tem uma posição formada sobre o mérito da questão. 

Ele, que é considerado um dos poucos aliados da petista, é um dos integrantes titulares da comissão que irá avaliar a questão no Senado Federal “Não vou aqui me submeter às pressões daqueles que querem a antecipação do voto, até porque seremos julgadores. O juiz não pode antecipar o seu voto”, disse o senador, hoje, durante discurso no plenário. 
a
Ele lembrou mesmo votada a admissibilidade do impeachment, o Senado terá seis meses para julgar se Dilma cometeu ou não crime de responsabilidade. No entanto, o político mato-grossense afirmou que é necessário uma resposta rápida para a população. “Temos pressa porque esse processo não pode ficar perdurando e a população na incerteza. 

O cidadão que está desempregado quer uma solução para este país. Então, acredito que, dentro de uma semana, estaremos votando.

 Vamos votar, sim, pela admissibilidade, porque politicamente o país já está maduro para isso”. Além de Fagundes, outro senador de Mato Grosso compõe a comissão de impeachment. José Medeiros (PSD) também foi escolhido para atuar como membro titular.

Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!