Publicidade 1
Publicidade 1

Médicos de Colíder estão com salário atrasado há 5 meses; SES argumenta

hospital_colider.jpg
Parte dos pacientes do Hospital Regional de Colíder
 são deslocados para unidades na região
Os profissionais dos setores de ginecologia, obstetrícia, pediatria e a UTI neonatal do Hospital Regional de Colíder decidiram, há dois meses, parar o atendimento. A decisão foi tomada porque, segundo o Sindicato dos Médicos de Mato Grosso (Sindimed/MT), estes servidores estão desde agosto de 2015 sem receber os salários. O sindicato alega ainda que não tem conseguido dialogar com o Governo.
A presidente do sindicato, Eliana Siqueira, explica que um documento deve ser encaminhado, ainda nesta quinta (14), ao governador Pedro Taques (PSDB), solicitando uma audiência para tratar do assunto. “Não conseguimos ser recebidos. As crianças estão sendo levadas até de avião”, comenta. Por conta da paralisação das atividades nestes setores, muitos pacientes têm sido encaminhados para unidades de saúde de municípios próximos.
Por meio de nota, a secretaria estadual de Saúde (SES), esclarece que o pagamento é realizado após envio e análise de documentação que comprove que o serviço foi prestado, de acordo com o contrato celebrado entre a SES e a prestadora de serviço.
“Está em atraso o pagamento referente aos meses de setembro, outubro e novembro/2015, devido à tramitação interna dos processos, que foram encaminhados para a SES em dezembro, quando o orçamento 2015 já estava fechado”, diz trecho da nota.
Conforme a secretaria, os processos de pagamentos referentes a novembro estão em procedimento de empenho, liquidação e pagamento. “A SES aguarda o envio das notas com a relação do serviço prestado em dezembro/2015, para efetivar o pagamento dos valores devidos. Os pagamentos referentes a agosto, setembro e outubro, de alguns médicos prestadores estão aguardando análise da auditoria do SUS, devido a inconformidades administrativas”.
Em relação ao atendimento das gestantes, a SES informa que a direção daquele hospital está realizando as transferências das pacientes para as demais unidades da região, conforme a demanda. Quanto à UTI neonatal, afirma que a ala passou por uma reestruturação, finalizada em novembro.
Diante disso, declara que trabalha para regularizar a parte de recursos humanos e contratar médicos especializados para trabalhar no setor. Além disso, a SES explica que está trabalhando para restabelecer os serviços de pediatria, ginecologia e obstetrícia para que voltem a funcionar em sua plenitude o mais breve possível. Por Eduarda Fernandes/RD News
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!