Publicidade 1
Publicidade 1

Demora na conclusão do projeto de habitação em Guarantã do Norte

Ao todo são 33 casas para serem entregues, dez já se encontram prontas, porém obras estão mal acabadas. Por Rosângela Lima/Rede Continental
Ao todo são 33 casas para serem entregues, em Guarantã do Norte/MT, dez já se encontram prontas. Em contato com o departamento de jornalismo da rádio Continental, uma das beneficiadas, constatou a péssima qualidade na obra, rachaduras, acabamentos mal feitos entre outras situações, que deixam os usuários indignados, os moradores também relatam vários problemas encontrados nas residências que foram construídas, há até casas escoradas por um pedaço de madeira.

Casas pulverizadas são aquelas que estão sendo construídas nos terrenos das famílias de baixa renda, e que foram contempladas no cadastro do programa de habitação, uma das prioridades seria, reduzir o déficit habitacional de Guarantã do Norte de forma significativa, para dar dignidade e qualidade de vida aos que ainda vive em casas de madeiras, ou casas alugadas.

Porém o que seria para trazer esperança às famílias ficou apenas na expectativa o projeto que teria o prazo de entrega para dia 20 de junho de 2014, se estende até aos dias atuais, o sonho de ter a casa própria se torna pesadelo, com uma obra mal acabada trazendo riscos às famílias envolvidas.

Nossa equipe entrou em contato com a secretaria da cidade e a Engenheira Civil Beatriz Balen, relatou que, todo atraso da obra se deu justamente por, conta da empreiteira contratada, a engenheira alega que a execução dos serviços prestados pela empresa, descumpriu várias etapas da avença, deixando a casa inacabada, um exemplo seria tijolos deteriorados, falta de material no acabamento, não cumprindo com as exigências cabíveis no contrato, porém essa mesma empresa queria receber o valor, de uma obra feita adequadamente conforme planilha.

A fiscalização, do estado esteve presente nas obras, e constatou a veracidade, e condenaram duas casas, a empreiteira descumpriu varias exigências e até mesmo a terra para o aterramento foi tirado do próprio terreno, ficando o buraco no solo trazendo riscos para a família que mora no local, porém na planilha de contas há cobranças até da terra usada para o trabalho.

A engenheira afirma que é melhor corrigir o erro agora do que mais alguns anos a construção vir a baixo, porém afirma que todo o processo esta sendo acelerado para entregar o mais rápido a casa para os beneficiados, em entrevista ela afirma que dará uma resposta ainda esse mês de Dezembro aos beneficiados do programa.

E para quem já esperou mais de três anos o sonho da casa própria, se reacendesse mais uma fagulha de esperança. Agora é esperar que o poder público faça sua parte e concretize o sonho de um povo que espera com melhorias.

Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!