Publicidade 1
Publicidade 1

Cuidados com alimentação e hidratação auxiliam no bom desempenho de provas radicais

Suzana Machado/BW Comunica
Foto: José Tanganelli


Não são somente as motos e os equipamentos que devem estar em boas condições para encarar a trilha do 5º Enduro de Velocidade Pirambeiras, que será realizado no sábado (12) e domingo (13), em Sinop (MT). O condicionamento físico do piloto está entre os principais diferenciais para a conquista de um bom resultado na competição.

A nutricionista Maria Carolina Cezario orienta que a alimentação nos dias que antecedem a prova deve ser leve, evitando-se o consumo de alimentos ricos em sal, industrializados, açúcar, gorduras, embutidos, álcool entre outros.

Deve haver porções adequadas de carboidratos, proteínas e gorduras boas, o cálculo das necessidades nutricionais dos atletas deve ser feito individualmente e por um profissional especializado. Antes das provas, o café da manhã deve ser bastante reforçado com carboidratos e proteínas. Dependendo do trecho e do piloto, é possível perder de um quilo e meio a três quilos por dia de competição”, informa Maria Carolina.

A hidratação merece atenção especial, principalmente no caso de regiões com altas temperaturas e clima mais seco, como é o caso do norte de Mato Grosso.

O suor é a forma que o corpo encontra de dissipar o calor, evitando o aumento acentuado da temperatura, o que já prejudicaria o desempenho físico. Porém, juntamente com o suor pode se perder elementos como sódio, potássio e cloreto. Dessa forma, as bebidas esportivas mostram-se eficazes na hidratação por conterem nutrientes e eletrólitos específicos, além de auxiliarem na regulação da temperatura corporal”, acrescenta a nutricionista.

A reposição hídrica adequada durante o exercício deve ser de 150 a 200 ml a cada 15 a 20 minutos, a partir dos 15 primeiros minutos de prova. Após uma hora de prática esportiva e em dias quentes, os eletrólitos (sódio, potássio e cloreto) devem ser consumidos juntamente com a água.
Para os menos regrados, a nutricionista ressalta que é sempre bom manter alguns dos cuidados citados, uma vez que em exigências prolongadas, as reservas musculares de glicogênio encontram-se em constante queda e sem uma rápida e eficiente reposição, pode ocorrer a queda de performance e até mesmo fadiga.

Após uma hora de atividade é fundamental que ocorra a reposição de carboidratos, que pode ser feita por meio do consumo de alimentos ou suplementos que devem ser de fácil digestibilidade e uso para a prática esportiva, de forma que não promova a interrupção da prática e não atrapalhe a prova ou treinamento”, orienta Maria Carolina.

Os cuidados se estendem também depois da competição. A alimentação pós-treino pode propiciar uma melhor recuperação muscular e a reposição do glicogênio (substância energética estocada nos músculos e fígado) utilizado durante a atividade física. O consumo de carboidratos de rápida absorção, chamados de carboidratos simples, após as provas é imprescindível para que haja a reposição dos estoques de glicogênio, auxiliando também para que se tenha uma boa recuperação muscular, garantindo assim, um bom rendimento na próxima prova.

Géis de carboidratos, sucos de frutas, pães brancos, geleia e mel são ótimas opções de lanches pós-provas. Já as proteínas, principalmente as de alto valor biológico, ou seja, de fonte animal, serão responsáveis por subsidiar o corpo com nutrientes necessários para a recuperação muscular. Portanto, uma refeição completa após as provas, como um sanduíche, uma vitamina, almoço ou um jantar proverá todos os nutrientes necessários para que o organismo se recupere bem. A ingestão de água também tem um papel fundamental no pós-treino. Reidratar o corpo é de extrema importância para que consigamos absorver todos os nutrientes fornecidos pela alimentação”, observa a nutricionista.

Veterano no esporte, Álvaro Guzzi, reforça que cuidar da alimentação, não ingerir bebida alcoólica e se manter bem hidrato são fatores que costuma por em prática no dia que antecede uma prova.

Com o tempo você vai aprendendo que esses cuidados são realmente importantes e que fazem a diferença. O corpo tem que estar preparado para encarar uma trilha, seja ela longa ou mais curta. Aqui na região ainda temos o calor excessivo, então beber muita água também é fundamental. Os pilotos costumam usar uma mochila de hidratação, na qual sempre levo uma bebida específica para esse tipo de competição mais pesada”, conta Guzzi.

A trilha do 5º Enduro de Velocidade Pirambeiras terá oito quilômetros de percurso misto dentro da Gleba Mercedes com trechos de mata, subidas, descidas e pedras.

Inscrições – As inscrições podem ser feitas pelo site da Meski Sports (www.meskisports.com.br). O valor é de R$ 60 mais a doação de um brinquedo.
A final da Copa MT de Enduro de Velocidade é realizada e organizada pela Meski Sports em parceria com o Clube de Trilhas Pirambeiras. Mais informaçõeswww.meskisports.com.br ou pelo telefone (66) 3531-7217.
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!