Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT
Anúncio 01
Anúncio 01

Últimas Notícias



O Cuiabá amargou o quarto jogo sem vitória no Campeonato Brasileiro da Série B. Na noite de terça-feira (24), a equipe mato-grossense perdeu de 2 a 0 para o Confiança, no estádio Batistão, em Aracaju (SE), em partida válida pela 23ª rodada da competição.

A última vitória do Auriverde foi no dia 31 de outubro, contra o CRB, na Arena Pantanal. Desde então, foram duas derrotas e um empate, resultados que tiraram o Cuiabá do G4.

Com o revés desta noite, o time da capital mato-grossense segue em 5º lugar, com 37 pontos, mas pode perder posições até o final da rodada, que será encerrada nesta quarta-feira. Já o Confiança chegou a 32 pontos e alcançou a 10ª colocação.

Na próxima rodada, o Cuiabá enfrenta o Avaí, adversário direto na briga pelo G4. O jogo será na sexta-feira (27), na Arena Pantanal. Na mesma noite, o Confiança vai ao Mineirão, em Belo Horizonte (MG), enfrentar o Cruzeiro.

Só Notícias/Herbert de Souza (foto: assessoria)

 

O candidato deverá se apresentar no local 30 minutos antes do início da prova, portando documento de identificação oficial com foto e caneta esfereográfica azul ou preta
Lorena Bruschi Secom-MT


A lista dos locais de prova para o processo seletivo para diretor escolar das escolas estaduais de Mato Grosso está disponível para consulta, e pode ser acessada CLICANDO AQUI. A seleção é realizado pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

De acordo com o edital 005/2020 da Seduc, a prova objetiva ocorrerá no dia 30 de novembro – das 14h às 18h. O candidato deverá se apresentar no local 30 minutos antes do início da prova, portando documento de identificação oficial com foto e caneta esfereográfica azul ou preta de material transparente.

A seleção será composta por quatro etapas, sendo a primeira com prova objetiva com 40 questões, com quatro alternativas de caráter eliminatório e classificatório.

A segunda etapa será a análise de títulos e currículos de caráter classificatório. A terceira etapa prevê a atribuição da unidade escolar escolhida na Assessoria Pedagógica, de acordo com a classificação geral do município. Por último, a elaboração, apresentação e entrega do plano de trabalho de acordo com o edital.


DOWNLOAD 

Uma planta de pitaya pode produzir 20 quilos da fruta. No mercado chega a ser vendida por R$ 40 o quilo


Rosana Persona Empaer | MT

A produtora rural Elenir Alves de Souza, do Sítio Monte Azul, no município de Juína (735 km a Noroeste de Cuiabá), cultiva pitaya há quatro anos como alternativa de renda em sua propriedade. A colheita da fruta rústica com sabor doce, de polpa firme e repleta de sementes será realizada no início de dezembro. Ela destaca que alguns frutos chegam a pesar 700 gramas a unidade. A produtora vende as frutas nas cores branca, amarela e vermelha.

Em geral, conforme Elenir, o preço avulso do fruto varia de R$ 10 a R$ 25 a unidade na época da safra. Ela possui uma área de meio hectare e acha o cultivo rentável, já que a colheita dura em média sete meses (outubro a maio).

“Esse tipo de fruta dá retorno e considero bem lucrativa. Além do sabor, tem os benefícios para a saúde com a prevenção de doenças crônicas. Devido a sua composição nutricional, a pitaya tem ação antioxidante, rica em vitamina C, responsável pelo reforço da defesa do organismo, efetuada pelo sistema imunológico”, esclarece.

O supervisor do Campo Experimental da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) em Tangará da Serra, Welington Procópio, fala que numa parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) estão sendo avaliados cinco materiais genéticos em 135 plantas.

Estão pesquisando também, palanques de sustentação para o manejo da planta. “Estamos testando madeira de lei, eucalipto tratado e poste de cimento para sustentar a planta acima do solo”, explica.

Serão instaladas Unidades de Referência Tecnológica (URT) nos municípios de Acorizal, São José do Rio Claro e Nova Ubiratã para avaliação dos materiais genéticos oriundos da Embrapa.  Segundo Procópio, o objetivo do trabalho de pesquisa é estudar o manejo e buscar alternativas economicamente viáveis para a agricultura familiar. O trabalho teve início em 2016. As mudas de pitaya já estão sendo produzidas pela Empaer e comercializadas por R$ 15 nas cores vermelha e branca.

Uma planta de pitaya pode produzir 20 quilos da fruta. No mercado a pitaya chega a ser vendida por R$ 40 o quilo. O alto valor pago pelo quilo da fruta, que pode variar dependendo da época do ano e da demanda, também constitui um grande atrativo para o plantio.

O custo para implantação de um hectare pode chegar a até R$ 60 mil e o retorno pode ser de R$ 100 mil por hectare. “A planta produz no primeiro ano e pode estabilizar no quarto ano de produção com a produtividade de até 20 toneladas por hectare”, comenta.

As espécies mais conhecidas e comercializadas, especialmente pela qualidade dos seus frutos, são a pitaya-branca (rosa por fora e branca por dentro), a pitaya-amarela (amarela por fora e de polpa branca) e a pitaya-vermelha (avermelhada por fora e por dentro). É uma planta perene, trepadeira com características básicas, com dias longos e florescimento a noite. Rica em nutrientes como as vitaminas C, B1, B2 e B3 e minerais como ferro, cálcio e fósforo, a pitaya oferece excelente alternativa para a alimentação.



O prefeito reeleito de Guarantã do Norte, Érico Stevan (DEM), não fará alteração no primeiro escalão que o ajuda a administrar a prefeitura. Todos os dez secretários (ou cargos com status de secretário) serão mantidos porque, segundo ele, “está dando certo”. O que será feito, adiantou ao Só Notícias, é uma reunião para alinhar a equipe com as diretrizes do novo governo, já apontadas no plano de governo apresentado à Justiça Eleitoral.

“Vamos continuar com o nosso trabalho e vamos manter a equipe porque está dando certo. O novo mandato começa dia primeiro e vamos fazer reuniões para alinhar essa nova gestão. Até agora foi um trabalho e daqui para a frente será outro. Organizamos a casa e agora é dar saltos mais altos”, declarou.

Uma das prioridades para os próximos anos é terminar de asfaltar a cidade. De acordo com Érico, entre 60% e 70% das ruas e avenidas ainda não têm pavimentação e a meta é chegar em 2026 com 100% de asfalto no município. Para isso, a prefeitura já comprou, e recebeu, uma usina com material e maquinário para executar o trabalho.

Conforme ja foi divulgado a utra prioridade é atrair para Guarantã o Hospital Regional, que atualmente está em Peixoto de Azevedo. A prefeitura também comprou equipamentos, como um tomógrafo, e o prefeito já se reuniu com o governador Mauro Mendes (DEM), para fazer a reivindicação.

Por Só Notícias/Marco Stamm 


O deputado Claudinei teve um panorama da atuação entre as entidades religiosas e o governo estadual 

Deputado se reúne com Neuza para conhecer a parceria das instituições religiosas e Seduc
Por fazer parte do Movimento de Cursilho de Cristandade da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Rondonópolis (MT), o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), nesta segunda-feira (23), se reuniu com a empresária do ramo imobiliário, Neusa Novais da Rocha – conhecida por Neuzinha, para compreender a parceria entre as instituições religiosas e a Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc) que atende a área educacional em sete municípios mato-grossenses.

Neuzinha esclareceu que ao todo são 11 escolas estaduais de origens confessionais ligadas à igreja católica, sendo a Província Santa Teresa do Menino Jesus, Associação Brasileira de Educadores Lassalistas, Inspetoria Nossa Senhora da Paz e a Diocese de Rondonópolis – Guiratinga. Ela acrescenta que as instituições estão em parceria há quatro décadas na prestação de serviços educacionais por meio do governo de Mato Grosso. 

“As instituições religiosas são proprietárias dos imóveis, onde as escolas são abrigadas em regime de locações. Elas indicam a direção da escola em parceria com a Seduc que faz nomeação dos profissionais que estão comprometidos com uma educação de qualidade e gestão com total competência e, claro, colaboram decisivamente na formação da criança e adolescente enquanto cidadão”, explica Novais.

Em Rondonópolis, as escolas estaduais Sagrado Coração de Jesus, São José Operário, Educandário Santo Antônio e La Salle são também de propriedades das instituições religiosas. “Eu tive a oportunidade de conhecer a importância destas escolas no contexto educacional. Já me coloquei à disposição destas entidades que primam por uma educação de qualidade para representá-los junto à Assembleia Legislativa e, claro, mostrar aos meus colegas parlamentares e a sociedade mato-grossense a grandeza do que realizam, onde colocam o seu patrimônio a serviço do estado”, comenta Claudinei.

O parlamentar acrescenta que fará um levantamento das principais necessidades das unidades escolares para que junto com a Seduc possam encontrar as devidas soluções e, assim, manter um ambiente adequado e de qualidade para atender o corpo pedagógico e estudantil. 

Além das quatro unidades de Rondonópolis, também consta as escolas estaduais São Francisco (Jaciara), São Lourenço (Dom Aquino), Santa Terezinha (Guiratinga), Poxoréu (Poxoréu), Maria Auxiliadora (Alto Araguaia) e Souza Bandeira (Coxipó Cuiabá). 

Por Samantha dos Anjos – Assessoria de Imprensa 


Uma mulher foi atingida pelos galhos de uma árvore, hoje, no final da tarde, na rua Getúlio Vergas, na região central de Peixoto de Azevedo (197 quilômetros de Sinop), que foi derrubada pelos ventos fortes com chuva. Por sorte, ela não ficou ferida.

Uma câmera de segurança de uma residência registrou o momento que a mulher passava pela rua e acabou levando um grande susto com a árvore caindo. Em outra região da cidade, na rua Itamar Dias um poste de eliminação também foi derrubado.

Uma equipe da secretaria de obras deverá ser acionada para fazer os reparos e colocar uma nova estrutura.

Só Notícias/Cleber Romero (fotos: reprodução)

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.